• João Politof

DURAÇÃO IDEAL DE UM VÍDEO

Exemplo prático: Se você postou um vídeo de 2 minutos, uma a pessoa clicou para assistir e abandonou o seu vídeo com 1 minuto e 24 segundos, quanto tempo você reteve da pessoa?


Resposta: 1 minuto e 24 segundos.


Aconteceu alguma coisa no seu vídeo que fez com que a pessoa o abandonasse.

Portanto, se o seu vídeo tinha alguma informação importante para passar para essa pessoa nos últimos 36 segundos em que a pessoa não viu, você perdeu, afinal você só conseguiu retê-la por 1 minuto e 24 segundos.

Sabendo disso, o YouTube e o Facebook dão pra gente algumas métricas, algumas estatísticas sobre a nossa retenção.

Em algumas plataformas vai estar escrito taxa de retenção, em outras terá retenção média de vídeo ou retenção média do canal.


Aumentar a sua taxa de retenção é extremamente importante e eu tenho algumas dicas para te dar em relação a isso:


Se você fez um vídeo de um certo jeito e a retenção aumentou, significa que o público curtiu aquele tipo de roteiro, então trabalhe mais em cima dele.


Em contrapartida, se você fez um vídeo e a taxa de retenção diminuiu, abandone esse roteiro e procure novos formatos para que seu conteúdo sustente sua audiência até o final.


Essa é a primeira coisa que você tem que pensar: como manter as pessoas te assistindo por mais tempo.


Como descobrir a duração ideal do seu vídeo a partir da taxa de retenção?


Exemplo prático:


Se você tem uma taxa de retenção de 2 minutos, significa que as pessoas ficam até 2 minutos te assistindo. Agora note, se as pessoas ficam te assistindo por 2 minutos em um vídeo de uma hora de duração, você está com uma retenção muito baixa. Qual é a solução nesse caso? Diminuir a duração do seu vídeo.

No entanto, se você tem uma retenção altíssima, se você faz vídeos de 10 minutos de duração e possui uma retenção de 9 minutos, tudo está indicando que você pode fazer, sim, vídeos de 15 minutos, talvez até de 20 minutos de duração.

Se você tem uma retenção baixa, não aumente a duração dos seus vídeos, batalhe primeiro para aumentar essa retenção e, conforme ela for aumentando, você vai aumentando a duração do vídeo.

Se a sua retenção estiver baixa, mantenha o seu vídeo dinâmico com durações curtas. A taxa de retenção determina qual é a duração ideal para o seu vídeo.

Se você tem um conteúdo em que o objetivo é ser instantâneo, você vai fazer vídeos rápidos e não tem por que aumentar a duração dos seus vídeos. Agora, se você vai fazer gameplay, vai fazer uma palestra, obviamente os seus vídeos vão ser mais longos e aí a sua taxa de retenção talvez não seja grande coisa e não seja uma métrica determinante para esse tipo de vídeo.

O ideal é você olhar para os seus concorrentes mais bem sucedidos e analisar qual é a duração dos vídeos deles, afinal, se eles estão em destaque nas plataformas, eles sabem como trabalhar a taxa de retenção. Isso serve para você se guiar e tentar fazer parecido, em relação à duração e à extensão do seu vídeo. Isso vai te levar a testar as novas coisas.

Você precisa fazer testes com a sua audiência. Faça, de vez em quando, vídeos de 20 minutos, outro dia um vídeo de 2 minutos, para entender qual formato o seu público curte mais.

Se o seu público gostar de um vídeo de 20 minutos e você conseguir reter a galera por todo o tempo, isso é muito bom.

Essa retenção de 20 minutos, vai fazer com que as pessoas e o algoritmo te olhem como um cara muito bom, que conseguiu mantê-las atentas por muito tempo. Você vai aparecer nos lugares de maior evidência nas plataformas.


Postar vídeo todos os dias vai fazer meu canal crescer?


A minha dica é: se sua retenção estiver baixa, poste com mais frequência.

Se sua retenção estiver alta, diminua a frequência, é simples.

Se você posta vídeos com retenção média acima de 70%, você não precisa aumentar a frequência de vídeos. Se você posta vídeos em que a sua retenção está abaixo dos 50%, você deve pensar, sim, em postar mais vídeos por semana

Quanto mais vídeos com conteúdo você postar, testando roteiros, mais chances você tem de acertar o formato que sua audiência gosta. É justamente isso: tentativa e erro. Vá postando.

Se sua retenção estiver baixa, quer dizer que você está errando em alguma coisa, o que significa que você tem que sentar, reformular, reescrever, mudar o roteiro e postar de novo, postar o máximo de vezes que puder, até dar certo.

Quando você acertar, significa que você encontrou o modelo ideal e, assim, deve replicar várias vezes, até sua audiência voltar a saturar de novo e você novamente precisar procurar outro modelo para agradar o seu público e conquistar mais gente.

Se você tiver uma retenção alta e começar a postar vídeo com uma alta frequência, qual é o efeito que isso pode ter? As pessoas que te seguem podem cansar, enjoar de você. Então, se você tem uma retenção alta, por que ficar abusando e saturando a paciência do seu público?

Agora, se a sua retenção estiver baixa, realmente você tem que correr atrás do prejuízo, tem que descobrir o que está acontecendo. Pra saber o que está havendo, teste e poste muitas vezes, uma hora você vai acertar. A média é de, no mínimo, dois vídeos por semana, uma média básica, tanto para quem tem alta retenção quanto para quem tem baixa.

Vá devagar, mantenha o ritmo, vá postando.

O remédio para curar uma retenção baixa é: estudar, refazer e postar mais vídeos até corrigir o problema, voltando a ficar na média ou com alta retenção novamente.

brasil, rj

. barra da tijuca
. zona sul
. niterói
. região serrana

email

contato@politof.com

 

whatsapp

+55 21 99843-2089

desde 2014
23.430.198/0001-49

outros canais

  • Linkedin Politof